Comi o cu do amigo do meu namorado

A carne é fraca como já dizia o ditado, eu não sou de ferro e por mais que ame meu namorado como posso ignorar um passivo praticamente esfregando o cu na minha cara? Acontece que esse passivo é amigo do meu namorado, eu relutei, fingi que não era comigo, evitei ao máximo até porque eu realmente gosto do meu namorado e a bunda dele é bem mais gostosa que a bunda do amigo dele. Porém, Satanás é mestre em armar ciladas. Tínhamos combinado os três de irmos juntos numa baladinha, acontece que a balada era bem próxima da casa desse amigo safado, por isso combinamos de nos encontrar lá na casa dele, fazer um esquenta, beber um pouco lá pra já chegar locão na balada. A balada abriria as 00:00 e sairíamos da casa dele uns 30 minutos antes. Como íamos beber lá antes de ir pra balada, combinamos os três de chegarmos na casa desse tal amigo por volta das 21:30. Eu cheguei 15 minutos atrasado, 21:45 e nada do meu namorado, o amigo dele estava sozinho em casa e percebi que a coisa ia desandar se meu namorado não chegasse logo. Ele me ofereceu bebida e eu recusei, disse que ia beber assim que meu namorado chegasse, ele falou que o Gustavo (meu namorado) já tava pra chegar, que não teria problema algum a gente começar a beber sem ele. Bem, aceitei, até mesmo pra relaxara pois estava tenso de estar sozinho com um cara que tava louco pra trair o melhor amigo. Depois de dois copos, já era mais de 22 da noite e nada do Gustavo chegar, liguei pra ele e ele disse que ia se atrasar um pouco pois tinha acontecido um acidente de carro perto da onde ele mora e que o transito estava muito parada, mas que com certeza antes das 00:00 ele chegaria. Bem, o jeito era esperar e beber enquanto ele não chegava. O amigo da onça vendo a situação começou a se insinuar pra mim, colocou uns funk bem sujão pra tocar e ficou balançando o rabo na minha frete só pra me provocar, tava só de shortinho e parace que estava sem cueca. De repente ele se aproximou e falou – Vamos dançar, e ficou roçando o rabo no meu pau, ey já tinha bebido quase 4 copos, e ele roçando o rabo no meu pau daquele jeito a carne foi fraca, meu pau começou a ficar duro e quanto mais duro ficava mais ele encostava e se esfregava. Quando meu pau tava quase saindo pra fora da calça ele se vira e coloca a mão, eu fechei os olhos e quando abri ele já estava de joelhos mamando o meu pau. Num piscar de olhos estávamos no quarto dele, ele deitado pelado de bruços e eu por cima metendo a vara no cu dele bem gostoso, o safado gemia igual uma puta. Dei uma surra de piroca nele que deixei ele bem casado. Terminamos, tomamos um banho bem rápido, e 7 minutos depois o Gustavo chegou sem perceber nada e fomos pra balada os três juntos.

149 MB DOWNLOAD

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*