Desenho Porno Gay – Sexo com o Elfo negro gigante


Sempre fui um bruxo em harmonia com as forças da natureza, sempre me dei bem com os elementais da natureza, os silfos, ondinas, salamandras e gnomos. Por ser um bruxo sempre tive contato com seres superiores como fadas, anjos, demônios e elfos, sempre me foi natural e sempre convivi muito bem com eles. Numa bela noite, numa lua cheia de sangue, eu precisava fazer um ritual pra aumentar meu poder sexual sobre os homens, por usar o poder da lua, eu precisava fazer isso anoite no meio da floresta. Precisava da ajuda de alguns elementais e seres mágicos como elfos e fadas. Fui pra floresta as 00:00 em ponto, minto, fui um pouco antes pra preparar o ritual. Encontrei uma árvore grande, alta, forte e saudável, de certo era uma árvore com muita idade e ela seria perfeita pro meu ritual mágico. Peguei uma maça e 89 cravos, e comecei a espetar os cravos na maça e a cada cravo espetado eu fazia o meu pedido, eu desejava ficar mais sexy, mais charmoso, mais belo, que todo homem que eu quisesse me desejasse, era esses os meus desejos e os repetia a cada cravo enfiado na maça. Ao todo 89 cravos, 89 vezes eu repeti os meus desejos. levantei minhas mãos á lua e ofereci, pedi a benção da Deusa, evoquei algumas deusas da beleza como Afrodite, como era um ritual na floresta pedi ao auxilio dos seres da floresta e logo me apareceu um elfo gigante e negro, muito belo, esse elfo estava completamente pelado, nem todos os elfos ficam completamente pelados ou aparecem pelados aos humanos. Por um estante quase perdi o foco do meu ritual por causa da tamanha beleza daquele elfo negro, eu olhava cada centímetro do seu enorme corpo, um corpo musculoso, sua pele negra me lembrava jambo ou jabuticaba, percebi que seu pau era enorme, por ser um elfo gigante, devia ter eu deduzia uns 30 centímetros ou mais estando duro. Voltei a minha atenção ao ritual, precisava aproveitar a lua de sangue pra realizar a minha vontade. Mergulhei a maça com os cravos em mel, ascendi umas velas rosas com palavras mágicas desenhadas nelas, e esperei queimar. As velas queimaram rápido, isso já era esperado, foram velas oferecidas aos deuses da beleza e elas serem queimadas rápido, era um bom sinal, era sinal que meu pedido tinha sido atendido. Como mandava o ritual eu tinha que esperar as velas serem queimadas e enterrar a maça com cravos banhada em mel embaixo de uma árvore grande e frutífera, e assim o fiz, e lancei algumas palavras mágicas, e agradeci aos deuses e aos seres da floresta que me acompanharam e me protegeram durante o ritual, e os dispensei.
Dispensados os seres da floresta como fadas e gnomos foram embora, desapareceram entre as folhas e galhos da floresta porém o elfo negro continuava sobre a minha presença. Eu olhei bem e falei que ele podia ir, o agradeci e novamente o dispensei, esse elfo sorriu e ai entendi que alguma coisa iria acontecer. O elfo se aproximou de mim e me perguntou qual era o ritual que eu tinha feito. Perguntei se era realmente uma pergunta necessária, ele disse que sim, então eu respondi, disse que era um ritual pra aumentar o meu poder sexual. O elfo sorriu em tom de deboche e me perguntou se eu era um novato na arte da magia. Eu me senti ofendido, novato eu? perguntei porque ele debochava de mim e então ele falou. – Nunca vi um ritual de magia sexual sem sexo. Eu fiquei em silêncio, fiquei pensativo, esse elfo realmente tinha razão, eu precisava de energia sexual pra deixar o feitiço mais forte, porém  feitiço já estava feito e os deuses já tinham aceito o pedido, as velas terem queimado rápido era prova disso. Foi ai que ele falou que o ritual não tinha acabado ainda, e que ele me ajudaria a terminar.

O elfo me explicou sobre o ritual algo que eu não sabia, algo que meus mestres nunca tinham me ensinado, mas ele iria me ensinar agora. Pro feitiço realmente dar certo, eu precisava fazer sexo com algum ser mágico, poderia ser um anjo, um demônio, um Deus, ou um elfo, foi ai que eu me dei conta que ele estava ali exatamente pra fazer sexo comigo, eu pedi ajuda dos seres da floresta pra me ajudarem no ritual e essa era a função daquele elfo negro gigante.

Ele tirou a capa que eu estava usando, me deixando totalmente nu, e deitamos na grama gelada do chão, começamos a nos acariciar e fiquei observando o seu pau ficar duro, duro era maior do que eu imaginava, no incio quando ele me apareceu, eu imaginava que duro seria uns 30 centímetros mas agora duro na minha frente, digo, eu acho, deva medir uns 40 centímetros. Eu estava muito excitado, eu transaria com aquele elfo lindo e gostoso quando ele quisesse, independente de ter ritual ou não.

Comecei a chupar o pau dele, era muito grande e pesado, eu não conseguia nem engolir a cabeça do pau dele por completo de tão grande que era, mas eu tentava. Esse elfo tinha um cheiro muito gostoso, era um cheiro de fruta doce misturado com canela e hortelã e me deixava com mais tesão ainda. Seu pau devia pesar sozinho uns 3 quilos. Depois de chupar, lamber aquele pau enorme, o elfo se deitou no chão e me pediu pra sentar encima de seu rosto, sentei e senti sua língua entrando no meu cu, enquanto lambia e enfiava a língua no meu cu seu pau continuava duro como pedra.

Depois de nos chuparmos eu sentei em seu pau, meu cu estava tão lubrificado por sua saliva que seu pau mesmo sendo enorme não me machucou, era um sexo realmente mágico. Aquele pau de 40 centímetros entrando quase completamente em mim sem me machucar, sem causar nenhum incomodo, realmente era mágico. A sensação que eu tive era de estar fazendo o melhor sexo da minha vida, esse elfo realmente sabia foder como ninguém, de certo devia comer muitos elfos e outros seres mágicos da floresta. Eu fiquei tão fora de si enquanto era fodido pelo elfo que não percebi o dia amanhecendo na floresta.

O elfo também queria ser fodido pela minha pica, mas ele era um gigante, seu cu de certo seria mais largo que uma boceta, mas ele leu meus pensamentos, e disse que ele tinha outro buraco aonde eu podia enfiar meu pinto. Fiquei confuso mas logo entendi. O elfo ficou de quatro com a bunda virada pra mim e colocou seu pau duro pra trás, foi ai que entendi. Seu pau era tao grande e grosso, que o buraco da cabeça do pau dele era como se fosse um cu, dava pra mim enfiar meu pau ali e me satisfazer, nunca tinha feito um sexo assim mas também nunca tinha feito sexo com um elfo.

 

Eu mesmo que escrevi, quis postar o vídeo e e precisava de uma história, até procurei na net algo mas não achei nada, então eu decidi eu mesmo escrever na hora e no ato. Perdoem os erros de pt, eu escrevi sem mais nem menos mesmo porque queria postar o vídeo.

 

12 comments

  1. por um momento pensei que fosse real a historia rrs

  2. porra o bichão dese tamamnho bem que podia ser real adoro elfos ogros musculosos gigantes que tesão

  3. delicia de historia gozei os dois são muito tesudos tanto o homem pre historico quanto a criatura mitologica viajei gostaria de foder com os dois

  4. cara que loucura ele mete a cabeça dentro do cu do elfo no 4:10 ou é impressão minha? se encontrasse um bicho gostoso deses tamnho tbm enfiaria minha cabeça dentro do cuzão dele muito escandalo esse video

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*