Estourando o cu do filho


Meus pais são divorciados desde quando eu tinha 12 anos, e desde os 14 eu moro só com meu pai, sempre nos demos muito bem, sempre foi uma relação normal entre pai e filho. Tudo mudou quando certo dia eu tive um sonho erótico com meu pai, estava naquela fase aonde os hormônios falam mais alto e desde então comecei a olhar meu pai de outra maneira, além de pai como um homem bonito, charmoso, inteligente e muito gostoso como ele era. Meu pai era um homem maduro com seus 44 anos de idade, super vaidoso, sempre fez academia e por isso era mega musculoso, minhas amigas de escola sempre pagaram pau pro meu pai e algumas delas até queriam dar a boceta pra ele pois me confidenciaram, mas se meu pai chegou a comer alguma nunca soube. Certo dia, antes de ir pra faculdade, fui até o quarto do meu pai pegar com ele 20 reais pro lanche e vi que ele estava tomando banho com a porta do banheiro aberta, não aguentei a curiosidade e de mansinho me aproximei, de frente pra porta do lado de dentro do banheiro tinha um espelho e através dele consegui ver meu pai totalmente nu tomando banho. Apesar do vapor atrapalhar um pouco a minha visão eu percebi que meu pai estava batendo uma punheta no chuveiro, aquela visão me deixou atordoado, meu coração disparou, eu comecei a tremer e fiquei tão excitado que quase gozei com aquela visão. Peguei os 20 reais e sai dali correndo, com a cueca toda melada e fui pra faculdade com aquela visão maravilhosa do meu pai no chuveiro na cabeça. No dia seguinte, 2 horas antes de ir pra faculdade eu escuto meu pai chamar meu nome, a voz vinha do quarto dele, fui até lá, ele estava sentado, só de bermuda com uma expressão séria, perguntei se ele tinha algo pra falar comigo e ele disse que sim. Quando ele falou isso, eu engoli um seco, imaginei que ele tinha visto que eu estava o observando pelo espelho do banheiro e iria me dar uma super bronca ou coisa pior. Ele pediu pra mim sentar ao lado dele e isso me deixava mais nervoso, já estava tremendo quando ele pegou minha mão e colocou no meio das suas pernas. Eu fiquei sem reação, que diabos meu pai está fazendo, será que assim como eu ele está ficando louco também? Ele falou que tinha visto que eu estava o espionando, que desde o momento que eu entrei no quarto ele tinha percebido e mesmo sabendo que eu estava o olhando ele não parou de se masturbar e que ficou até com mais tesão em saber que eu estava ali olhando ele. Pedi desculpas pela minha atitude e disse que nunca mais faria isso de novo, foi ai que ele me beijou na boca. Quando ele fez isso minha única reação foi fechar os olhos e me entregar aquela sensação e momento, sentia a língua do meu pai entrar e se mexer na minha boca procurando a minha língua. Sentia o pau dele pulsando na minha mão, e me deu uma vontade louca de chupar o pau dele, me afastei de sua boca e olhei para o pau duro dele em minha mão, me abaixei e comecei a mamar meu pai, ele gemia, falava que minha boca era quente e gostosa, quanto mais ele falava e gemia, mais tesão e vontade de chupar eu sentia. Ele colocou a mão dentro da minha bermuda indo direto pro meu cuzinho virgem, ele tentou enfiar o dedo mas não conseguiu, meu cu virgem era muito apertado e no seco assim nunca que ele conseguiria enfiar os dedos, foi ai que ele cuspiu em um deles e passou no meu cuzinho lubrificando e assim conseguiu enfiar só um pouqinho um dedo no meu cu. Senti um pouco de dor e fiquei imaginando como seria sentir o pau do meu pai no meu cu, nunca tinha dado o rabo e perder o cabaço com meu pai seria maravilhoso. Foi ai que meu pai perguntou se eu queria dar o cu pra ele, disse que estava com medo mas que a vontade era muito grande e por isso estava disposto a tentar. Meu pai falou que me ajudaria a relaxar e me colou de quatro e começou a lamber meu cu, nunca tinham feito isso, até o momento só tinha transado com garotas e nenhuma delas tinha lambido meu cu, a sensação era ótima, a língua quente do meu pai passando no meu cu só me fazia querer gemer e sentir o pau dele entrando em mim. Depois de alguns minutos lambendo meu cu, meu pai foi até a gaveta do seu criado mudo e pegou uma camisinha, foi nesse momento que respirei fundo e percebi que tinha chegado a hora, ele colocou a camisinha no pau e levemente foi empurrando o cacete no meu cu. De repente sinto uma ardência muito grande, o pau dele tinha entrado por completo estourando o meu cu, senti muita dor, senti vontade de parar, mas quando abri os olhos e vi a cara de prazer do meu pai, consegui reunir forças e enfrentar a dor e continuar. A dor logo foi passando e o prazer aos poucos vindo, meu pai começou a fazer os movimentos e eu sentia seu pau pulsar dentro do meu cu. Ele me beijou na boca e começou a estocar no meu cu, a sensação a cada segundo ia ficando cada vez melhor, eu comecei a gemer e meu pai também, transamos gostoso, ele ficou metendo em mim por 15 minutos, gozou dentro do meu cu e em seguida eu gozei também.

7 comments

  1. Olá,

    como podemos entrar em contato para possível publicidade em seu site?

    Atenciosamente,
    Felipe

  2. Cara, eu adoro a criatividade de quem escreve esses textos. Tinha que escrever novela, uns folhetins bem mexicanos. Cada história fantasiosa, mas tá valendo. Parabéns pelo blog.

  3. Esse ativo manda bem pra caralho! alguém sabe o nome?

  4. Sou doidinho para dar pro Adm do site
    Bjo

  5. Você tem este video ? upa de novo please

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*