Mete devagar pois tenho o cu apertado

Todo mundo já deve ter saído com alguém que disse isso, provavelmente você que é ativo ou versátil já escutou isso milhares de vezes e sinceramente não sei porque os passivos insistem em dizer tal coisa, tudo bem que existe uma valorização do cu apertado, tudo bem que hoje a gente usa como ofensa chamar um gay de arrombado, largo, mas gente, isso é bobagem não acha, se o cara é largo mas tu ta afim dele, ou melhor se você gosta dele, não vai deixar de gostar por conta do cu largo dele e muito menos vai deixar de ser gostoso o sexo, e outra, cu apertado demais machuca e pode te fazer gozar rápido. O truque é falar que ta apertado pra dar entender que… não da o cu com muita frequência, pode ser verdade, mas quando o cara fica com essas ideias e quando você vai comer você constata que não é verdade, ai logo você já cata a mentira no ato, uma mentira sem necessidade, essa ideia de pau fino não é desculpa também, alias pau fino pode doer até mais que pau grosso, quem é passivo vai concordar. Como já falei aqui, já teve gente jurando que  era virgem e na hora de sentar cavalgou praticamente sorrindo, mentiras assim não se sustentam, na primeira bombada a gente descobre a verdade.

98 MB DOWNLOAD

 

3 comments

  1. Também não entendo o “por que” da mentira. Isso realmente não influencia em nada.
    Eu por exemplo, namoro um carinha há 4 anos e meu pau é bem grande e grosso, e ele está digamos, um pouco folgado, mas nem por isso eu deixo de gostar dele porque independentemente disso, o sexo com ele sempre foi uma delícia. E sinceramente não tenho do que reclamar. Sempre preferi gente mais “experiente” porque as fodas eram muito mais tranquilas e intensas.

    Não precisa mentir sobre seu cuzinho, o ativo que realmente vale a pena, vai levar isso numa boa.

  2. O que venho percebendo é que nos últimos tempos começou a adentrar na população gay o estigma do rodado, do fodido. A mesma noção pejorativa que os héteros fazem de mulheres que tiveram relacionamentos com outros homens, e nem precisa ter dito muitos relacionamentos para ser considerada uma ‘puta’, ‘vadia’. Essa noção agora começa a adentrar no meio gay. Já ouvi ativos falando de passivos e/ou versáteis se referindo a eles como caras héteros falam de mulheres que já saíram com outros. Agora mais essa cultura dos héteros começa a pegar entre gays. Gente, por favor, vamos melhorar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*