Meu cunhado gay passivo me dando o rabo

Quando me casei com a minha esposa, eu conheci o seu irmão mais novo pois ele que morava em outra cidade veio morar conosco pra trabalhar, tentar a vida em nossa cidade. Assim que chegou eu percebi que ele era um rapaz meio diferente, um pouco delicado, tímido, não gostava de farra, e não falava de garotas, sempre muito vaidoso e muito bonito, o que me chamava a atenção nele é que ele usava uns shortinhos bem curtos e bem apertados que deixava a bunda dele bem amostra, e eu tenho que confessar, parecia ter uma bunda mais gostosa queda minha esposa, irmã dele. Alguns meses se passaram, ele conseguiu emprego em um mercado aqui perto, e ele não era mais um estranho pra mim, muito pelo contrário, mas algo dentro de mim pulsava, latejava, as vezes eu transava com minha mulher e a imagem do meu cunhado vinha a minha cabeça, eu comia minha esposa de quatro e eu no lugar dela via meu cunhado com aquela bela bunda dando o rabo pra mim. Com certo tempo, pegamos intimidade um com outro, ele assumiu para a família que era gay e todo mundo aceitou normalmente como se deve ser, conversa vai, conversa vem, ele acaba confessando que é gay passivo, aquilo me deixou louco, saber que ele curtia homem e que gostava de dar o rabo, aquele rabo tão grande e gostoso, me fez pirar, eu só queria ter a oportunidade de foder com ele uma única vez, do contrário ficaria frustado. Certo domingo, minha esposa decidiu ir para Aparecida do Norte, e eu e meu cunhado ficamos sozinhos em casa, acordei cedo para tomar café, e decidi ir ao quarto do meu cunhado acorda-lo para me fazer companhia no café da manhã, bati na porta duas vezes mas ele não falou nada e por isso decidi entrar, me deparo com ele pelado de bunda pra cima encima da cama, certamente a bunda dele era bem mais gostosa que  da minha mulher, ele abriu os olhos e ficou me olhando, não se cobriu, ele sabia que eu estava olhando para sua bunda e não se importou. – Nunca viu bunda de homem não? ele falou, eu disse no mesmo estante que gostosa como a bunda dele eu nunca tinha visto, então ele disse: – Você não pode dizer que é gostosa se ainda não provou. Ai eu disse: – Podemos resolver isso agora!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*