Meu cuzinho mega arrombado

Estava sozinho em casa e louco pra foder, já tinha quase um mês que meu cu não era arrombado e já tava louco, subindo pelas paredes, foi ai que fui ver minha lista de contatos e com quem ainda não tinha fodido. Tinha o Marcos, morava ali próximo e nunca tínhamos transado. Liguei para o Marcos e por sorte o puto estava disponível. Marcos morava pertinho de casa, dava até pra vir apé sossegado, tomei um banho e o recebi já com o cu piscando, não queria conversa, só queria sexo e ele só sairia de casa depois de ter me saciado completamente. Marcos me surpreendeu, eu nunca tinha marcado uma foda com ele antes por achar, ele devagar, ele nunca demonstrou em palavras como era safado e por isso me deixava em dúvida sobre seu desempenho sexual, mas hoje eu realmente vi que os quietos comem pela beirada e como comem bem. Marcos me fodeu loucamente, me fez gemer como nunca tinha gemido antes, deixou meu cu assado, esfolado, arrombado de tanto que meteu, parecia uma máquina de foder, me deixou alucinado, drogado por sua rola, tanto que certamente vou querer repetir várias e várias vezes.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*