Sem querer vi meu cunhado pelado e não aguentei


Eu e meu cunhado fomos na frente da minha família pra casa de inverno, fomos na frente pra ver se tava tudo em ordem na casa pois muitas vezes acontece assaltos e como somos dois homens fortes decidimos ir sozinhos na frente. Chegamos na casa da família, ambos estavam cansados e loucos pra tomar banho, eu subi pro andar de cima e meu cunhado ficou no andar de baixo. Fui direto ao banheiro e tirei minha roupa, mas senti uma vontade esquisita de descer pro andar de baixo mesmo estando já de toalha. Quando me aproximo da escada e desço os primeiros degraus sem querer acabo vendo meu cunhado pelado tirando a cueca, fiquei admirando a bunda durinha que ele tem, uma bela bunda. Meu cunhado estava tomando banho com a porta do banheiro aberta e da onde eu estava conseguia ver tudo com muito privilégio, me sentei na escada e meu pau ficou duro, enquanto o olhava comecei a bater uma punheta, que loucura, estava louco pra foder com meu cunhado. Quando mais eu o olhava mais meu pau duro ficava, ele se virou pra porta e eu via sua rola deliciosa, meu cunhado realmente era um macho muito gostoso, jovem, loiro e musculoso, o sonho de toda mulher ou homem, mas naquele momento ele era o meu sonho. Ele fechou o chuveiro e se secou mesmo assim fiquei parado aonde eu estava o observando, ele veio até a escada aonde eu estava sentado e não percebeu nada, como ele poderia imaginar que seu cunhado estava espionando ele tomar banho e estava batendo uma punheta em sua homenagem. Ele subiu as escadas e passou por mim, eu estava sentado só de toalha e decidi provoca-lo, comecei a mexer minha mão no pau por debaixo da toalha na sua frente, estava possuído pelo tesão e não queria saber de mais nada a não ser foder com ele. Quando ele ficou mais próximo de mim na escada eu o parei e comecei a passar as mãos em suas coxas, ele ficou parado sorrindo para mim, acho que meu cunhado sempre quis foder comigo na verdade. Coloquei o pau dele pra fora e comecei a mamar ali mesmo na escada, chupava com carinho, sem pressa, se pudesse ficava o dia todo ali com aquele pau delicioso e cheiroso na minha boca, enquanto chupava batia uma punheta. O pau dele estava completamente duro, estava adorando ser mamado pelo cunhado o safado. Depois de vários minutos chupando senti vontade de sentir a boca dele no meu pau também, fiquei de pé e ele entendeu a mensagem, se ajoelhou na escada e engoliu meu pau, certamente ele já havia feito aquilo antes, ele chupava um pau muito bem o danado. Pedi pra ver e chupar seu cu, ele ficou de quatro na escada, eu abri sua bunda com as duas mãos e fiquei contemplando aquele cuzinho fechado, cheio de pelos loiros, não fiquei olhando por muito tempo e comecei a passar a língua naquele cu loiro, depois que vi que não aguentava mais pedi pra ele sentar no meu pai e o danado sem frescura alguma sentou no meu pau duro e cavalgou como profissional. Depois ficou em pé com umas das pernas apoiadas no corrimão da escada enquanto levava no rabo, como era apertado o cu do meu cunhado, não aguentei muito, queria passar o dia fodendo com ele mas o filho da mãe era tão gostoso que acabei gozando.

One comment

  1. é muito gostoso como eu estou com vontade de um desses gostoso mé fuder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*